Pular para o conteúdo principal

O mundo parece ter virado a cabeça...

Artigo como colunista  para a "Revista Bem-Estar" do Jornal Diário da Região, SP
E o que acontece com o mundo?
Algo incontrolável ou podemos fazer a nossa parte?
file:///C:/Users/Elizabeth%20Araujo/Desktop/Bakup%20Documentos%20antigos/Desktop/BACKUP%2020082009/beth/Pictures/Diário%20da%20Região%20Junho%202017.pdf ( O link e é só copiar e colar para abrir e ler)
Beijos
Beth Valentim

Abaixo o artigo em texto para quem não consegue visualizar?

Em um tempo onde o mundo parece ter virado a cabeça

Em síntese o mundo está de cabeça para baixo. Me refiro ao mundo pessoal, profissional, político, moral, enfim a coisa está feia.
Como medir a hipocrisia? E teria régua que conseguisse dar conta do grau da indisposição de caráter que assolou o mundo?

Em nosso país, se eu fosse descrever por aqui o que acontece, ah seria repetir os noticiários, mas fica registrado que quem muito levanta a tampa de lixo mais faz feder. Isso quer dizer que podemos estar vivendo um momento interminável e que os responsáveis fazem questão de continuar mexendo no tal lixo e que lixo. Claro, não dão pontos sem nó... Uma forma de distrair, de nos aprisionar na história e esquecer de continuar vivendo com desejos melhores.

Na Europa a coisa pega fogo literalmente quando armas são usadas contra pessoas que passam pelas grandes e lindas e famosas avenidas. Ataques. Armas de todo tipo. A vida parece ter perdido o sentido.  Além disso, o jogo interno e completamente insano das mentes concretiza o desejo patológico de com um caminhão ou van passar por cima de pessoas que ingenuamente passeiam em também pontes famosas e belíssimas.. Covardes. Doentes. Idealistas sem sentido. E matando mudariam seus ideais como imaginam?

Pois é, viver está cada vez mais difícil.  Administrar conflitos, pessoas complexas demais e que sequer se dão conta de serem assim. Vaidade. Orgulho. Preconceito. Maldades que não acabam mais destroem as pessoas, suas convicções e só porque são convicções alheias, infelizmente.
Somos frutos de uma sociedade falida e é triste viver despertando e assistindo ao noticiário com tantas mortes de inocentes ou chamados de diferentes. Diferentes em que? Temos todos coração, alma, corpo, sentimentos, olhar, emoções e aspirações. A diferença é que as aspirações são intimas e pessoais.  Uns querem construir e outros desconstruir. Uns querem cortar aos pedaços vidas que tentam se estruturar e colar seus pedaços, remendos e não é nada fácil conseguir. Uns querem em um minuto soltar palavras duras e derrubar algo construído há um bom tempo. E por aí vai... São destroços. São pergaminhos antigos rasgados de uma só vez
Lágrimas. Conflitos.
Em síntese o que podemos fazer.
Em síntese como levantar todos os dias e não se preocupar com o próximo capítulo de vida. Não viver descontraidamente, muito pelo contrário, retraídos e no descompasso dos minutos.

A fé é uma saída. O respeito. O silêncio. A determinação de não jogar fora o conquistado por migalhas. Poder começar  de novo, dar as mãos e seguir em frente sem contaminar-se com tantos absurdos, porque para alguns já contagiou, mas para os que ainda acreditam em um mundo de cabeça erguida  isso realmente pode causar aflição, mas não faz modificar a ética pessoal.

Existem pessoas que libertam problemas, palavras, sentimentos e como se fossem as donas do mundo. Acusam. Dilaceram a  alma do próximo. Matam. Matam no sentido físico e simbólico e sem pena ou piedade. Mas pelo menos ainda existem pessoas que se desfizeram da hipocrisia, trilharam desertos e aprenderam no caminho... e mesmo machucados, ainda carregam muitos sonhos.

Que bom... Que bom, porque a esperança é onde nos ancoramos e vislumbramos o que é belo. É a força que nos impulsiona. É o combustível que não termina.
E que possamos ter amor suficiente para perdoar os que não conseguem ser felizes, somente com a infelicidade do outro se regozijam. Tomara que um  dia olhemos para trás como em uma despedida  e que o futuro esteja brilhante e não tão manchado de sangue, suor e lágrimas como o presente. Tomara.

Beijos
Beth Valentim

Comentários

Postagens mais visitadas

O preço das escolhas...

... E sendo assim, como fazer para escolher o melhor...Pois é, às vezes é complicado mesmo... figura reproduzida
Sim, se é para fazer uma escolha, saiba, tem um preço. Há sempre um sacrifício quando você faz sua opção, claro, logo vão surgir novas possibilidades de alegria, brincadeiras, diversão, porém teria que deixar de lado muita coisa para ser feliz do jeito que gostaria.

É mesmo um sonho poder conciliar tudo, não é? Mas na vida não se pode ter tudo. Tem momentos que você adoraria sumir, ter um ano sabático ou coisa assim, mas o que carrega como seu é o que te prende nesse lugar. Seu. Adquirido. Amado ou não, mas é de sua responsabilidade.

O preço das escolhas geralmente é alto.  Não podemos ter as coisas sem pagar por elas, seja emocionalmente ou através de moedas. A troca no passado também acontecia, como trocar arroz por feijão ou por sal, mas atualmente tudo custa caro. Custa caro ter um teto digno. Custa caro ter um amor sensato. Custa caro ter um trabalho que dignifica e não se…

A mulher inesquecivel para um homem...

...A mulher que é muito mais que um "corpo"...Sim, ELA sabe conquistar...
figuras reproduzidas
                                           “Você me faz querer ser um homem melhor”
filme : Melhor Impossível

Já disse por aqui que existe diferença entre mulher "gostosa" e a que possui "gostosura"...A que não tem o corpo recortado, a bunda empinada e seios fartos, mas a que quando atravessa os caminhos faz tremer a terra, o vento sopra diferente e o céu se abre para sorrir...Essa mulher, a que não se sabe a razão mas deixa um homem hipnotizado, é a que embala os sonhos masculinos...Édoce o suficiente para não melar e forte até que uma lágrima role em sua face...

Existem mulheres que inspiram os homens, claro que algumas deixam-os com medo, eles se afastam porque não sabem conviver com tamanho poder...As poderosas que mais parecem guerreiras sem alma, mas por aqui falo das que mesmo nas piores dificuldades enfrentam os mares, as enchentes e os suores das batalhas...…

"Coisa de mulher" livro de Beth Valentim ainda no top livros iTunes...

Após 4 anos do lançamento do livro "Coisa de mulher", ainda estamos na lista dos Top Livros iTunes.
Atualmente na posição 17 entre os 200 mais vendidos. Melhor impossível! Muito feliz!
Agradeço a todos que me apoiam e curtem meu trabalho. Bem, os números não negam e estou em festa. Beijos Beth Valentim

Se você costuma se isolar, dá uma lidinha no post...

Vai pensando que irá encontrar algo novo agindo dessa forma....Ledo engano, mude a rota...
figura reproduzida

Existem muitas maneiras de reagir a uma situação e uma delas é o isolamento. Pois é, quando você se isola é como se perdesse suas defesas, como se as deixasse de lado e pode apostar, o "inimigo" chega muito mais rapidamente as suas emoções. 

Uma estratégia muito utilizada pelos generais de guerras é fazer com que o inimigo se isole para depois combater e derrotá-lo. Vamos chamar de general o gatilho que transtorna você. Pode ser uma pessoa, várias pessoas, lugar, situação e por aí vai. Se essas pessoas percebem que te abatem, claro, são estrategistas, vão isolar você para que se enfraqueça e depois, vupt, cortam sua cabeça e deixam que role sem dó ou piedade.

Uma metáfora, claro, mas para que entenda que se não fincar os pés no chão, qualquer generalzinho vai deixar você sem estabilidade. Mina. Fere. Tira os pedacinhos. Quando perceber, vai estar sangrando demais para re…

Sexo, carinho, beijo na boca, abraço, risadas, amasso...

Sexo é bom, carinho, beijo na boca, abraço, risadas, amasso...Que delícia viver algo que tenha esse conjunto de coisas e que nos aquecem e como faz feliz. Apaixonar-se é viver em sonhos, planejar encontros, viagens...e por aí vai. Tem de tudo em uma paixão, até lágrimas, mas só não pode existir sofrimento que detone a paz. Pois é, no início são flores e depois alguns espinhos nascem ou brotam como se multiplicassem seus motivos. Sim, motivos não faltam para que deixemos de lado o sabor dos desejos e todo cuidado é pouco quando o objetivo é gostar de alguém.

Você jura que a pessoa é a certa para sua vida. Ela tem tudo de bom e parece a cereja do bolo. Ah que delícia poder sonhar com um novo tempo. Mas o tal tempo passa e os ponteiros indicam que nada é como imaginava. Desespero? Talvez dê mesmo, mas o melhor a fazer é estar na estratégia certa para entender as razões não somente suas, mas do outro. Razões que deixam a desejar. Razões que enfraquecem o todo e deixam marcas. Razões que po…

Sintonia...Afinidades no amor, sexo e paixão...

...Pronto, e agora? O que iremos fazer daqui para frente? figura reproduzida Não te via há alguns anos e nós dois juntos somos os mesmos de ontem. Sim, daquele dia em que fizemos sexo com tanta paixão e depois nos despedimos. Foram anos de idas e vindas. Histórias loucas que vivemos e foi somente encontrar e todas elas vieram a tona como o borbulhar da água fervente e sem controle.

Outro sexo imponderável.
Os beijos intermináveis.
Todas as intimidades ressurgiram como se fossem as de hoje, atualizadas, corpo novo, envolucro belo, porém ainda mais forte do que jamais tiveram na cama, nos lençóis de seda, ah sei lá, eram sentimentos espalhados por todos os cantos....

Sintonia...Afinidades no amor, sexo e paixão...Terminou? Nunca! Tem coisa que jamais termina, que nunca se esvai e o reencontro é fatal.

Você tem que ir e eu também.
Temos caminhos diferentes.
Temos tudo diferente, porém como disse, " eu estou dentro de você". Como sair, como fugir, como sentir algo diferente disso tudo, s…

Loucos por pés...Parte I

Como clunista do site "Bolsa de mulher" escrevia sobre sexualidade. As sensações, dicas, enfim, agora que decidi não mais fazer parte do site devido a uma questão de escolha e ficar livre por aqui e outros veículos,  bem, vou reformular os textos e postar em nosso Blog. Afinal, que mulher não merece ler esse tipo de artigo? E mais... Muitos homens nos acompanhavam, porque adoravam entender a mulher e me direcionavam muitos e-mails e comentários. Bem, estão todos convidados, uma vez por semana estamos por aqui com esses textos e tenho certeza que vai adorar.


Quando os pés causam desejo...
Não é a toa que o príncipe da história dos Contos de Fadas “Cinderela” se apaixona pela garota que perde seu sapatinho de cristal ao descer as escadarias do palácio, no baile e durante as badaladas da meia-noite. Conta a história que ele ficou a noite toda olhando aquele sapato, apaixonado, e enviou mensageiros por toda a parte do seu domínio para encontrar a dona de pés tão delicados que pude…

Dia de fé...dia de reflexão...

Desarme- se...tenha paz e eleve os olhos para o que for melhor para a vida... figura reproduzida E enquanto a vida passa, você enxerga detalhes. Detalhes que antes sequer eram percebidos e agora estão como alarmes e soam ou piscam, na medida em que desperta para um novo dia.

Pois é, a ciência explica muitas coisas, mas a fé enobrece a existência. Ela nos faz entender que a humildade, compaixão e perdão são necessários para a sobrevivência. Digo da qualidade de vida, da paz, da verdade e do entendimento da mentira, se for o caso.

As pessoas são difíceis e nós também.
Os limites entre um e outro são estreitos.

E se por acaso não souber o que responder quando alguém esfola sua alma, reze. Fica quieta ou quieto e peça a Deus a luz necessária, porque na sua humanidade não será possível ter a sabedoria necessária nesses momentos. Eu sei, complicado calar, aceitar, porém com o tempo vai começar a entender. Entender que não se pode ter tudo, não se é tudo, se quer o que aprendeu na vida é o melhor …

Estamos todos com medo de amar...

No mês do amor o Post de hoje é o texto que escrevi para a Revista Bem-Estar do Jornal Diário da Região - Como colunista. Diário da Região
Por Beth Valentim

Relembrando para não esquecerhttp://bethvalentimcoisademulher.blogspot.com.br/2016/06/estamos-todos-com-medo-de-amar.html

O que você me diz parece mentira...

Palavras, palavras e todas sem sentido. Mesmo assim me contorço em seus braços como se fosse verdade. E por que sou assim? Acredito em letrinhas mornas, desajeitadas, bobas e para mim é como se fossem seguras, mas poxa vida, não são.

Puxei pela memória e me vi garota. Era tão ingênua e muito mais imatura que as garotas de minha idade na época do colégio. Me ressentia a toa. Vivia melancolizando os sentimentos como se fossem os únicos que existissem no mundo. Era difícil, muito difícil. Cresci. Aos trancos e barrancos cheguei aonde estou. Ganho bem. Tenho uma profissão bacana, mas no amor, ainda estou aqui a tropeçar nos cacos que eu mesma deixei cair no chão.

Devidamente deixada de lado pelo falador de palavras idiotas, mexi comigo mesma para entender tudo isso - Rejeição. Buraco vazio. Aquela sensação de sempre estar sozinha ou deixada de lado. Claro, uma isca fácil e completamente a mostra para um caçador de ovelhas ingenuamente criadas. 

E depois de um tempo, revi minhas teorias subje…