Pular para o conteúdo principal

E quando a gente inventa um amor...

...E quem não gosta de ter o selo do amor inventado no peito...
figura reproduzida
Pois é, mulher então tem muito disso. Conhece alguém e fica com o coração apertado como se essa pessoa fosse o seu amor...E sofre, e conta as horas e minutos para ver se vai telefonar, se está mesmo com ela na cabeça e pronto, um amor inventado, algo no futuro que foi descrito por sua mente e o coração confuso bate forte e aguarda ansioso por uma noticia.

E conversando entre amigas, sabe como é encontro de amigas, o papo rolou assim ontem e não queria de registrar por aqui. Uma que vive uma paixão descontrolada com alguém também descontrolado e que nada decide. E saiu de um relacionamento sério para viver isso, ou, quem sabe, nem imagina a razão, mas deixou para trás algo que não desejava mais viver. Talvez o amor inventado para satisfazer a coragem de tomar uma decisão em prol de sua felicidade.

E a outra tem um relacionamento dito estável, mas entre tapas e beijos segue em frente. Fica mais quieta, escuta tudo e conta alguns casos do passado...E no fundo, como todas dizem que ele é um "chato", o parceiro, ela aceita seu amor inventado até quando não for possível inventar outro...

E entre conversas e conversas e o tempo passando e maravilhosamente encaixado entre amigas, uma sai com essa: "Eu estou querendo me apaixonar. Viver aquela coisa de receber ´bom dia´, sentir o calafrio das letras que são escritas em uma mensagem...Mas gente, ela dizia, eu tenho certeza que no fundo a gente inventa um amor"...

E nesse tom o papo rolou em um dia de folga, domingo, aqueles encontros inusitados que nem sabemos dizer como aconteceu. Tipo: "vem para cá" e do nada todas ali falando sobre quase tudo.

E uma delas que conheceu alguém na época da Copa do Mundo e até hoje trocam papos imensos pelas mídias e não consegue  entender como isso foi ficar tão estendido, mas as afinidades são enormes. E de amor inventado para lá e para cá, se precisam, tentam talvez, surpreender algo vazio dentro deles, inventar um amor para poder continuar vivendo...Sentir a elaboração dos sentimentos dando mostras de que tudo está indo bem... E nunca mais se encontraram ao vivo, mas são capazes de sentir o jeito, o cheiro, o beijo, choram de saudade e tudo mais que um amor inventado pode textualizar em sua realidade....

E o dia foi assim, de amor para lá e para cá. E como é bom falar sobre o amor... Cada amiga em sua história e eu também com meus amores inventados dando mostras de que no fundo, todas e todos nós temos um ou quem sabe mais de um, mas quando está acontecendo ele existe e como existe...

E quando a gente inventa um amor com certeza acreditamos e apostamos fichas "gordas" nele e só entendemos que ele pode não ter existido e sim somente vivido, sentido como tal e depois foi embora assim como começou a tocar o tudo de nós, quando simplesmente termina esvazia-se e ponto...

E como o amor é vaidoso, entenda que ele às vezes mexe com a gente e deixa marcas profundas, mas é preciso renovar a sedosa pele da alma e enrijecer os músculos da paixão, porque a qualquer momento ele virá de novo, como uma ilusão ou como verdade, mas sempre chega, toca, deixa um sinal importante para entender e olhar para outro alguém, e, então, outro amor inventado, mais outro e outro e assim é a vida, de amor em amor vamos nos sentindo vivas e vivos...
Beijos
Beth Valentim

Comentários

Postagens mais visitadas

De pernas para o ar...

Mais um domingo especial... figura reproduzida Já me preparando para um domingo maravilhoso e acordada escrevendo meu novo livro. Depois de ir ao cinema, curtir o sábado, enfim, mente de escritor não descansa e começo esse domingo de dezembro com muita inspiração.

Sei que é tarde, mas é quando tenho silêncio absoluto para refletir, pesquisar, sentir a emoção das palavras. E esse livro é realmente diferente e preciso de muita coragem, se Deus quiser terei.

Um bom domingo para você!
Aproveite!
Curta cada momento, porque na vida os momentos valem ouro.
Beijos
Beth Valentim

A mulher inesquecivel para um homem...

...A mulher que é muito mais que um "corpo"...Sim, ELA sabe conquistar...
figuras reproduzidas
                                           “Você me faz querer ser um homem melhor”
filme : Melhor Impossível

Já disse por aqui que existe diferença entre mulher "gostosa" e a que possui "gostosura"...A que não tem o corpo recortado, a bunda empinada e seios fartos, mas a que quando atravessa os caminhos faz tremer a terra, o vento sopra diferente e o céu se abre para sorrir...Essa mulher, a que não se sabe a razão mas deixa um homem hipnotizado, é a que embala os sonhos masculinos...Édoce o suficiente para não melar e forte até que uma lágrima role em sua face...

Existem mulheres que inspiram os homens, claro que algumas deixam-os com medo, eles se afastam porque não sabem conviver com tamanho poder...As poderosas que mais parecem guerreiras sem alma, mas por aqui falo das que mesmo nas piores dificuldades enfrentam os mares, as enchentes e os suores das batalhas...…

Você que transforma o que é pequeno em alegria....

...Detalhes que fazem a diferença... figura reproduzida Tem dias que fico muito feliz com coisas pequenas, como ficar olhando para a natureza, crianças brincando, o céu com as estrelas e muitos outros detalhes que são preciosos para mim. Sim, aprendi que posso transformar o pequeno em alegria. Um gesto que comove, uma palavra, o carinho que é quase nada, mas deixa sua marca forte e sensível.
Talvez a maioria das pessoas esteja buscando algo grandioso para sentir a felicidade, mas não é assim...Nascemos nus e estamos nus perante o amor...Desejamos ardentemente alguém ao lado mesmo em silêncio. Palavras emocionais sem muito brilho, apenas o suficiente.
A paz conseguimos obter no silencio, na grandiosidade da beleza natural da vida e sendo assim, o pequeno pode ser alegre o suficiente para nos acalentar e aquecer o coração.
Você que transforma o que é pequeno em alegria, que especial você é...Consegue sorrir do pouco, até chorar do mínimo e viver intensamente pequenos momentos. Cultivar amiza…

o que uma cena de amor faz com a gente...

...Difícil é esquecer algo assim...Aiai... figura reproduzida Como definir o amor. Talvez nunca possamos entender o que realmente o amor faz com a gente, como nos transforma, nos deixa mexidos, mas quando uma cena de amor é bem feita, de filme ou de novela ou de teatro, não importa, ela toca profundamente a alma.

Aquele homem perdidamente apaixonado pelo corpo de uma mulher. O degustar dos desejos. Os olhares que como sintonia perfeita se encaixam, se perguntam se respondem. Fico a imaginar coisas malucas quando assisto algo assim e confesso, mexe demais comigo, até a raiz do cabelo, o fio de ouro das teias do coração ou as pontas do espirito acenam.

Uma cena de amor desperta a saudade que parecia estar adormecida. Faz transbordar falas, silêncios, coisas entre duas pessoas que somente eles conhecem. As mãos que entrelaçam quando no ápice da paixão elas precisam parecer segurar o que sentem. Os sussurros que como alívios entoam ou encantam os momentos em que suores, fluidos, marchas de pa…

Sobre as etapas do amor...

Que delícia é o amor, mas...ele vai mostrar para que veio... figura reproduzida Se o amor é mágico, por que dói tanto em vez de divertir. Bem, sobre o amor eu diria que você o faz, constrói e na medida do seu amor próprio. Se estiver em baixa nesse quesito, pode ter certeza de que irá atrair pessoas também do mesmo top ou que desejam alimentar-se de suas dificuldades.

Sobre o amor tem dias que tudo dá certo e já em outros...Ah porém é mesmo bom que acostume-se com esse vai e vem, porque o amor é vaidoso e não suporta desafios nem ser deixado de lado. Quer ser o primeiro da lista e quando sente que a coisa está ficando feia pra o lado dele, foge ou mesmo olha para outra direção.

Sobre o amor temos que conversar muito, claro, que sentimento é esse conhecido universalmente? Todos sabem como é, todos o definem com propriedade, mesmo capenga, e não há quem não já o tenha sentido.

Vamos por partes - Conhecer alguém é mesmo muito bom, mas você sabe que no primeiro encontro a entrevista vai rolar.…

Desejo sexual...

Esse é um texto que escrevi para o "Bolsa de mulher" como colunista.
Repaginadíssimo! Relembrando...

Desejo sexual...Por que uns têm mais e outros menos? Por que algumas mulheres ficam tão encantadoramente “possuídas” de um sentimento forte de prazer no momento do sexo? Existe um segredo para se chegar “lá”? No tão esperado estado de desejo que pode deixar uma mulher entregue ao seu parceiro, a ponto de chegar ao orgasmo profundo que a faz sentir-se totalmente tomada, por uma sensação indescritível de prazer? 
Pois bem...O desejo sexual é complexo. É formado pela união dos fatores biológicos, psicológicos e sociais.Os três interagindo de maneira harmônica podem levar a mulher a sentir-se segura, mais disponível para o sexo e para o prazer em qualquer prática sexual. 
Os fatores biopsicosociais interferem diretamente nas sensações da mulher. Se ela se sente reprimida, com certeza algum fato em sua história passada a faz “boicotar” suas emoções no momento da relação sexual. O mesmo…

Apenas um recadinho...sobre o amor...

Fica de olho , porque amar é com asas e não com paraquedas quebrado... figura reproduzida E ainda assim seremos ótimos se dissermos não ao que nos faz sofrer. Tirar pedaços não é algo bacana quando se fala de um relacionamento. Somos inteiros e , portanto, que possamos doar e receber o que também é inteiro. De migalhas chega... e o amor não se faz aos retalhos e sim de iguarias muito especiais.
Fica aqui a reflexão...para você ELA ou para você ELE.
Beijos
Beth Valentim

Loucos por pés...Parte I

Como clunista do site "Bolsa de mulher" escrevia sobre sexualidade. As sensações, dicas, enfim, agora que decidi não mais fazer parte do site devido a uma questão de escolha e ficar livre por aqui e outros veículos,  bem, vou reformular os textos e postar em nosso Blog. Afinal, que mulher não merece ler esse tipo de artigo? E mais... Muitos homens nos acompanhavam, porque adoravam entender a mulher e me direcionavam muitos e-mails e comentários. Bem, estão todos convidados, uma vez por semana estamos por aqui com esses textos e tenho certeza que vai adorar.


Quando os pés causam desejo...
Não é a toa que o príncipe da história dos Contos de Fadas “Cinderela” se apaixona pela garota que perde seu sapatinho de cristal ao descer as escadarias do palácio, no baile e durante as badaladas da meia-noite. Conta a história que ele ficou a noite toda olhando aquele sapato, apaixonado, e enviou mensageiros por toda a parte do seu domínio para encontrar a dona de pés tão delicados que pude…

A vida não é um conto de fadas...

Fica de olho em uma nova história que parece Contos de Fadas... O que seria o homem ou qualquer parceiro ou parceira na vida de uma mulher. O pilar ou a mola propulsora de sentimentos incontroláveis.

Pegamos muitas vezes no rabo de meteoros e viajamos pelo céu como se fôssemos ficar leves como na paixão pelo resto da vida. Sim, é algo gostoso de sentir, mas tudo tem um preço.

No início o príncipe encantado ou a princesa encantada enfrenta duendes e bruxos, mas depois simplesmente esquece seu cavalo branco e deixa de lado a mocinha. O tempo apaga o que é ruim de nossas vidas, mas se deixar, apaga o mais bonito também.

Ah são tantos sonhos...Tantos desejos e buscas as de uma mulher. Se enfeita tanto como se aquele baile que assistiu nos filmes de Contos de Fada ainda existissem. Ela quer emoção. Ela quer frisson. Pois é, mas a realidade é bem diferente. É pedra sobre pedra. Curva depois de curva. Montanhas após montanhas.

A vida é bela, sim ela é, mas não é justa como pensam. Quando imaginam…

Tempo de perdoar...

...Perdoa, sinta-se livre para continuar sem esse peso da mágoa... figura reproduzida Certa vez escrevi em um dos meus livros que o perdão é a obra de Deus. Sinceramente ainda acredito nessa afirmação, porque perdoar é algo tão especial e valoroso que temos que estar diante de uma chance valorosa de ser melhor quando assim sentimos.

Orgulho. Desejo de vingança. A sensação de que o peito vai explodir porque não aconteceu como gostaríamos ou porque o outro não foi capaz de entender o que sentimos. E como poder controlar tudo isso, não é mesmo? Queríamos amor puro, trocar palavras boas, poder dizer o que pensamos, mas o que possuímos é o tempo todo ter que controlar emoções...É a vida, é assim que as pessoas são, a vida, todos nós, e as deficiências que possuímos por não poder perdoar, esquecer mágoas e seguir em frente com a certeza de que viver o melhor é a opção correta para ser feliz.

Tempo de sentir as coisas como são.
Tempo de resgatar momentos.
Tempo de cultivar coisas boas.
Tempo de dei…