Pular para o conteúdo principal

quando um segredo não é mais segredo...

...Não fica triste, tudo tem início, meio e fim...
figura reproduzida
Tem coisas que a gente guarda e de repente tem que contar...ou mesmo saber a verdade.
Coisas do tipo intimas, que guardamos no fundo da alma e não gostaríamos que fossem mostradas, acenadas, nada visto por alguém que não fosse você. Mas tem um dia que chega a hora de falar sobre o assunto e dói, como dói...
Dói por exemplo falar sobre um amor proibido ou mesmo quando ele nem era proibido e percebe que é. Dói quando alguns dados sobre a sua vida se sobrepõem e gostaria que tivessem sido apagados...Doem tantas coisas que começa a enxergar e ler e sentir e não tem como deixar de lado...
Quando um segredo não é mais segredo também tem seu lado bom. É o alivio de que pode respirar pelo menos uma vez ao contar a verdade. Talvez a verdade que não pareça verdade, mas é. Como provar, como dizer que acreditem no que está dizendo...
Não importa, talvez um dia tudo venha a tona. Talvez você tenha que continuar caminhando com essa sacola nas costas, pesada, eu sei...Mas se tiver certeza de que fez o correto dividindo isso com alguém confiável e digno o suficiente, enfim, está tudo certo. Pelo menos uma pessoa no universo pessoal conhece a sua história e em vez de talvez ela se torne realidade.

Sobre o amor proibido, bem, você não tem culpa. Entendeu que o sinal estava aberto, mas no fundo estava bloqueado.
Aristóteles em sua sabedoria diz que o enganado não tem culpa de sentir cólera e se vingar. O culpado é aquele que o enganou e o fez encolerizar-se. Pois é, mas o correto não é reagir abruptamente e sim na lei, muito mais nas leis da dignidade do que nas da justiça. O luto faz a raiva em seu primeiro estágio vestir seu coração e ele se sente desesperado. Por favor, não faça coisa alguma nesse momento, apenas sinta, chore, mas deixe o tempo acertar os ponteiros, porque se agirmos na cólera podem acontecer situações irreparáveis...
Mentiras...Segredos...Coisas de todos nós...Que fiquem por conta do Divino, porque muitas vezes nada é possível ser feito...
E quem já não viveu algo assim...
Vingança? Deixe-a de lado...Se você não for premiado pelo retorno do benefício, talvez porque mereça outro tipo de "presente" ou mesmo esse, que gostaria tanto de receber, não o deixaria feliz...
Beijos
Beth Valentim

Comentários

Postagens mais visitadas

A mulher inesquecivel para um homem...

...A mulher que é muito mais que um "corpo"...Sim, ELA sabe conquistar...
figuras reproduzidas
                                           “Você me faz querer ser um homem melhor”
filme : Melhor Impossível

Já disse por aqui que existe diferença entre mulher "gostosa" e a que possui "gostosura"...A que não tem o corpo recortado, a bunda empinada e seios fartos, mas a que quando atravessa os caminhos faz tremer a terra, o vento sopra diferente e o céu se abre para sorrir...Essa mulher, a que não se sabe a razão mas deixa um homem hipnotizado, é a que embala os sonhos masculinos...Édoce o suficiente para não melar e forte até que uma lágrima role em sua face...

Existem mulheres que inspiram os homens, claro que algumas deixam-os com medo, eles se afastam porque não sabem conviver com tamanho poder...As poderosas que mais parecem guerreiras sem alma, mas por aqui falo das que mesmo nas piores dificuldades enfrentam os mares, as enchentes e os suores das batalhas...…

De pernas para o ar...

...Mais um domingo especial... figura reproduzida Mais um domingo e eu não vou perder tempo para curtir o dia. Aliás, vou colocar as prateleiras em dia e do meu mundo pessoal. Hoje vou dobrar cada pedaço de mim bem direitinho para poder guardar com carinho o que conquistei. Colocar spray nos armários, espumas espalhadas por todos os lados e depois, descansar, assistir filmes repetidos, que adoro, inventar mais histórias e subir no salto para poder enxergar do alto a vida  e que irá recomeçar amanhã. O dia seguinte de trabalho, de amigos, de afazeres e muito feliz e agradecer por mais uma semana.
Feliz domingo!
Beijos
Beth Valentim

As diferenças no amor...

Nem sempre são flores... figura reproduzida
Você desperta de um dia para o outro e percebe que deve virar a mesa. É um relacionamento falido e repleto de problemas, frustrações, tratamento que não agrega, enfim,  percebe que não dá para continuar vivendo assim.

Sabe? Melhor seria esgotar possibilidades, mas muitas vezes depende das categorias das possibilidades. Se existir agressão física ou verbal, melhor trilhar outro caminho. Você não merece passar por isso e de migalhas chega.

Mas se for outra situação, melhor sentar e conversar. Falar um com o outro e tentar aparar as arestas, mas se não é possível, o bom é começar a arrumar as malas da alma e construir uma nova vida.

Se relacionar é mesmo complexo. Pessoas diferentes. famílias diferentes, formação, tudo vem de sua própria semente e não é possível  misturar. É possível pegar para si o que é melhor e trocar, somar e subtrair o que não faz bem.

Somos pessoas únicas e temos nosso jeito de amar. Amor de casal, amor de amizade, amor pelos c…

Limite ou fé...

...Recomece mesmo assim... figura reproduzida Pois é, já aprendi que o limite é algo eficaz. Que o objetivo é imprescindível para viver. Que as metas são importantes. Mas aprendi também que a fé é o primeiro degrau para atingir meus sonhos.
Nada mal  não é? Parece mais fácil ter fé do que colocar limites, traçar objetivos e por aí vai. Que nada, ter fé é dom, é o praticar constante. É acreditar que tudo vai dar certo...Sim, e não é fácil ser assim.

Com o tempo se aprende que a sabedoria é eficaz. Que o perdão é o sentimento que nos impulsiona. Que a humildade é a limpeza da alma. Que compaixão é mesmo algo divino.
Quanto custa? Financeiramente nada, mas é atitude para valentes.

Valentia ser cordial.
Valentia ser especial com as pessoas.
Valentia perdoar.
Valentia ser melhor a cada dia.

Limite ou fé, muito bem, depende de você fazer as escolhas, mas se colocar uma pitada de fé em cada coisa que fizer, verá que as linhas dos limites serão tênues, mais flexíveis e você irá poder atravessar de um l…

charme feminino...

...em cada olhar feminino mora o charme de ser a mulher desejada e fascinante... figuras reproduzidas "Quase sempre as mulheres fingem desprezar o que mais vivamente desejam" William Shakespeare Quando li essa frase sorri no canto dos lábios. Verdade, veja se não é a definição do charmefeminino. Fazemos beicinho, deixamos lágrimas escorrerem na face e de caras e bocas somos as melhores...Enfim, sabemos dar de ombros ao que nos daria imensa felicidade, mas, mesmo assim, como perder o charme de dizer "não" primeiro e depois um "sim" gostoso e repleto de charme? E Shakespeare foi feliz nas palavras, bem, ele agrada a muitos, não é mesmo? Quem não o admira tanto assim, nesse caso vai até achar o mocinho interessante. E é verdade que quase sempre a mulher despreza o que está vivamente interessada. O seuhomem mostra aquele vestido na vitrine e ela se contorce toda e meio sem graça finge não entender que ele queria lhe presentear...E como se nada quisesse, sorri com …

Sentimentos inúteis...

figura reproduzida

Egoismo.
Falta de perdão.
Orgulho.
Vaidade extrema.
Grosseria.
Fofoca.

Ah são tantos os sentimentos imperdoáveis e que destroem, como destroem. Esses sentimentos jogam por terra algo conquistado. Amor. Delicadeza. Parceria e por aí vai. Relacionamentos que eram maravilhosos são impregnados de mentiras, discórdia, desacertos. E por que existem pessoas assim.

Sinto muito, mas viver é mesmo ser leal a verdade. Ser discreto, mas não falo de sonsos. Falo do discreto de alma, que não sugere problemas, brigas, e muitos outros sentimentos que levam a falência humana. 

Inútil é você cortar alguém de seu meio sem julgar a si próprio primeiro. Inútil e sentir-se dono da verdade sendo o primeiro a atacar. Inútil é viver falando das pessoas e se enaltecendo como se fosse a célula da divindade.

Ah por favor, somos todos pequenos diante do outro. Tentamos sempre nos defender, deixar o outro de lado como se fosse uma mosca que incomoda. Pois é, mas o tempo passa e o mundo gira. Gira tão rápi…

Escolhas...

Você caminha e caminha e faz as curvas, se depara com lindos campos, flores e de repente, algo caiu em sua cabeça como se fosse permitida a entrada em sua vida. Sei lá, às vezes somos surpreendidos por notícias desagradáveis, atitudes sem sentido, palavras malditas ou ditas com o veneno de uma serpente. O que fazer se nada entende. Se tudo acontece como se jogassem fogo em sua "cauda" e esta tornasse sua perseguidora.

Pois é...tem de tudo na vida. Tem os mistérios e que jamais serão compreendidos. Aventuras tolas. Suposições sobre você e como derrubar ou apagar. Ledo engano, talvez seja perseguido por anos ou até por toda vida. Talvez entenda certas coisas e outras, jamais. Mas o que importa é não se culpar, colocar o próprio dedo em riste em acusação. Seja firme. Seja valente. Não imponha conceitos a ninguém, sequer a si mesmo.

Tudo passa. Tudo é amenizado quando não se valoriza. Valorizar é algo do bem, sentir-se feliz e aplaudir o estado. Agora, valorizar o vazio, a pretens…

Nem sempre o mais é sinônimo de adição...

Nem sempre estamos preenchidos. é necessário esvaziar-se para entender o que deve nos ocupar... figura reproduzida
Verdade, quantas vezes já disse por aqui, que vencer nem sempre é ganhar. Perder também é preciso para entender as coisas do íntimo, da vida pessoal, destrinchar a essência e sair percebendo quem realmente somos.

A sociedade cobra que estejamos no pódio a todo momento, nas placas luminosas, nos letreiros...Ah, por favor, o mais pode não ser sinônimo de adição e sim de perda. Mais coisas no armário, mais compras, mais comida, mais amigos, profusão de eventos...Quem diria, você pode chegar a ruína.

Ruína?
Claro!
Como o silêncio poderia adentrar sua vida e mostrar sabedoria se todos os seus "Cômodos" estão ocupados?

E que entenda que nem sempre estamos a frente.
Nem sempre somos os primeiros da fila.
E por aí vai a história da ganância que nos leva ao caos.

Viver a vida é conhecer a si próprio mesmo que doa e não somente encher o peito de medalhas. É mesmo ter o peito vazio,…

Reflexão não faz mal a ninguém...

figuras reproduzidas

O tempo passa e você com culpa, arrependido do que não fez...e pelo que fez o arrependimento arrasta correntes e te faz atado com sua alma em profundos oceanos... 
Não tem jeito. Viver é algo da altura da coragem e soltar as amarras é para quem tiver forças para puxar a âncora e continuar viagem.
Porto seguro é um lugar calmo, sim, até vale a pena estar nele de vez em quando. Porém a paixão pela vida é mesmo o caminho para o vento forte que te empurra para frente e não o deixa olhar para trás.
Agarre o vento em suas velas e norteie seu barco para conquistar objetivos. Fácil? Eu não diria que é fácil, mas ninguém disse que ser feliz é algo morno, muito pelo contrário, é uma guerra sem fim.
Explorar as curvas, seguir viagem, subir e descer montanhas, enfim, é o que faz a força reconhecer que é mesmo força genuína e quando isso acontece, pode acreditar, gera bônus e consegue suportar os túneis escuros e submergir das águas escuras.
Sonhe! Não esqueça dos sonhos. Eles pode…

Medo de voar...

...Pois é, a vida só dá asas para quem não tem medo de cair... figura reproduzida Somos tão precários quando o assunto é voar em direção a liberdade. Temos medo de enfrentar os ventos fortes, as geadas, o que for necessário para atingir o que desejamos...Pois é, somos assim, falamos que seria tão bom voar, mas no fundo temos medo da altura desse voo. Sim, ele pode ser alto, sobrevoando montanhas ou mesmo sobre oceanos, e, portanto preferimos estar em terra firme.
Os pássaros saem em direção a um novo lugar, a uma nova estação e o voo é alto, o voo é vazio, mas que leva-os ao encontro do tudo, do alimento necessário, do clima perfeito para procriar, dos verdes, dos azuis, do que é bonito quando o calor acontece, o calor que aquece a alma e nos faz sonhar...
E nesse vai e vem de medo de voar preferimos estar presos, não olhar ao redor onde ficam as possibilidades, pelo contrário, estamos sempre atrás das grades, onde, talvez, quem sabe para muitos esteja a certeza, será?

Medo de voar todos t…