Pular para o conteúdo principal

matéria que participei...

Comportamento
Importância do perdão
São José do Rio Preto, 27 de Outubro, 2009 - 2:06
Perdoar faz bem

Francine Moreno
Orlandeli/Editoria de Arte
Muitos homens e mulheres não perdoam ou o fazem pela metade. Ficam remoendo o que deixaram de fazer, por que passaram por aquilo, alimentam a autopiedade, controlam suas emoções e em alguns momentos fazem papel de vítima. Mas apesar da dificuldade de perdoar por completo, o ato de remitir é uma necessidade absoluta para a continuidade da existência humana. Perdão está ligado ao bem-estar e consequentemente à felicidade. Jesus Cristo na cruz é o símbolo máximo do perdão, é a prova de que Deus perdoou os homens pelos atos que cometeram.

O psicólogo americano Frederic Luskin, um dos principais divulgadores da importância do perdão para o bem-estar mental e físico, no seu livro “O Poder do Perdão” afirma que o principal mal de não perdoar é ficar distante das coisas boas da vida. “Perdoar nos dá sustentação. Não perdoar, ao contrário, faz com que sintamos desamparados, desprotegidos, o que desencadeia estresse prejudicial ao organismo. Muitas vezes a pessoa se esquece de cuidar de si própria, tudo porque fica com a mente ocupada de sentimentos ruins”.

O psicólogo norte-americano Robert Enright também confirma o dano de quem resiste a perdoar. “Quando não se perdoa perde-se a sensibilidade. Vive-se num passado doloroso ou na ânsia da vingança. Mas o poder do perdão pode transformar o sofrimento em esperança.” A empresária Maria (nome fictício) é exemplo a ser seguido. Perdoou o sequestrador do seu filho, que na época tinha apenas 14 anos (foram cinco dias de angústia até que a polícia encontrou o cativeiro com seu filho vivo e prendeu o mandante”. A atitude dela espantou toda a família que, no lugar dela, talvez não perdoaria. “Não só perdoei aquele pobre moço (preso há cerca de dois anos), como amo a família dele. Recorri à ajuda de uma terapia e hoje ajudo os familiares com alimentos e financeiramente. Isso me faz muito bem.”

A psicóloga cognitivo-comportamental Irene Araújo Corrêa explica que a empresária entendeu o significado da palavra perdão. Percebeu que não deve personificar demais o sofrimento ou procurar entender a experiência dolorosa. “Perdoar é superar a raiva, a dor e o ressentimento do fato que lhe foi causado por alguém. É conviver com a pessoa apesar de, mas sem que isso bloqueie a comunicação, os seus sentimentos ou sua dignidade”. Com essa ação, a saúde física e emocional é beneficiada, trazendo bem-estar, aceitação, empatia, confiança e, principalmente, fortalecimento. O perdão dá ainda alívio, paz de espírito e abertura para que relações fluam. “Pois é a maneira de mediar as diferenças entre as pessoas, de modo que a convivência possa se restaurar ou se tornar pacífica. Para que o perdão se efetive, há necessidade de diálogo, arrependimento, tolerância, compaixão e sinceridade”.

Perdoar não significa esquecer, mas não é saudável ou benéfico ficar remoendo o erro do outro indefinidamente. Para Irene, o ideal é deixar para trás aquilo que lhe causou mal, é não gastar energia em algo que não pode mais mudar e viver bem, apesar do ocorrido. A pessoa deve ser honesta consigo mesma e considerar também se contribuiu de alguma forma para que a tenham prejudicado. Lidar com uma possível parcela de culpa na situação pode fazer com que a pessoa resista e estacione num terreno onde reforça o erro do outro.

Nas faltas relativas à convivência, dia a dia a pessoa deve honestamente ver as coisas com empatia, tendo consciência de que se estivesse sob as mesmas condições e nas mesmas circunstâncias existiria a possibilidade de reagir da mesma maneira. “Se as lembranças permanecem e são dolorosas, há um sinalizador de que o fato não foi superado e, portanto, há necessidade de buscar ajuda em terapia para que o fato se transforme num aprendizado.”

Raiva é capaz de gerar dores físicas e emocionais

Para aqueles com dificuldade de perdoar, a psicóloga cognitivo-comportamental Irene Araújo Corrêa recomenda buscar entendimento sobre a escolha de permanecer em sofrimento e ligação com aqueles fatos que não pode controlar nem mudar. Ao fazer isso, a percepção sobre os fatos pode ter outro significado. Mas se o fato traz recordações muito dolorosas e tentar perdoar passa a ser um fardo, é melhor se afastar e deixar que a ação do tempo possa transformar o que sente.

Beth Valentim, psicóloga individual e de casais, e autora do livro “Essa tal felicidade”, alerta, no entanto, sobre o principal dano para quem resiste em perdoar, preferindo conviver com a raiva. “Quando a raiva adoece se torna fúria. E ataques de fúria podem gerar inúmeras consequências graves, como machucar fisicamente alguém de maneira séria e até mesmo moralmente. O perdão proporciona à pessoa o cessar da exigência de castigo. Nesse sentido, a vida continua e quem sentia mágoa, raiva e outros sentimentos negativos se liberta da dor que sente. Por outro lado, se persiste sem perdoar pode ficar doente e gerar dores físicas e emocionais, como depressão e transtornos de ansiedade.”
Para aqueles que não conseguem se livrar da raiva, Beth Valentim afirma que é preciso procurar ajuda. “Você já ultrapassou o limite da mágoa e logo estará doente de fúria. Esse sentimento destrói a pessoa internamente, faz mal, despeja adrenalina e cortisol no organismo. O estresse eleva e hipertensão arterial e a gastrite são alguns exemplos de consequências que se instalam em pessoas que não conseguem superar as ofensas.” Os benefícios do perdão no entanto, são sensação de bem-estar e coração aliviado. “Estar livre de ódio, raiva e outros sentimentos que consomem o ser humano é estar com a saúde bem melhor, e ela agradece”, afirma a especialista Beth.

SAIBA MAIS:


:: ‘Sinais que podem indicar que raiva e mágoa estão deixando de ser reações normais e se tornando perigosas para a saúde

:: Uma pessoa com muita raiva da outra vive atacando-a sem limites e por nada. É irônica, debochada, faz cara feia o tempo todo, responde rispidamente

:: Todos serão vítimas de suas feridas internas. Esse ciclo é extremamente perigoso, porque gera insatisfação geral de si mesmo e além disso afasta as pessoas do seu convívio

:: Quando a pessoa se isola, tem frequentes crises de abatimento sem causa aparente, apresenta constantes comportamentos nervosos e tem reações desproporcionais a eventos simples

:: Há também constantes repetições do mesmo fato, demonstrando que ela está parada no passado, pois não desenvolveu uma nova capacidade em lidar com situações semelhantes às que lhe causaram mal

Fonte - Da Reportagem

Comentários

Postagens mais visitadas

Reflexão não faz mal a ninguém...

figuras reproduzidas

O tempo passa e você com culpa, arrependido do que não fez...e pelo que fez o arrependimento arrasta correntes e te faz atado com sua alma em profundos oceanos... 
Não tem jeito. Viver é algo da altura da coragem e soltar as amarras é para quem tiver forças para puxar a âncora e continuar viagem.
Porto seguro é um lugar calmo, sim, até vale a pena estar nele de vez em quando. Porém a paixão pela vida é mesmo o caminho para o vento forte que te empurra para frente e não o deixa olhar para trás.
Agarre o vento em suas velas e norteie seu barco para conquistar objetivos. Fácil? Eu não diria que é fácil, mas ninguém disse que ser feliz é algo morno, muito pelo contrário, é uma guerra sem fim.
Explorar as curvas, seguir viagem, subir e descer montanhas, enfim, é o que faz a força reconhecer que é mesmo força genuína e quando isso acontece, pode acreditar, gera bônus e consegue suportar os túneis escuros e submergir das águas escuras.
Sonhe! Não esqueça dos sonhos. Eles pode…

De pernas para o ar...

...Feliz domingo...curta, sinta, viva... figura reproduzida Mais um domingo, que bom, é mesmo um dia confortável, sensível, de fé, encontro entre amigos, diversão e descanso. Pessoalmente sou fá de domingo, porque nesse dia posso escolher e sair da cama a hora que desejar. Viver o dia vendo o nascer do sol ou por do sol, mas o importante é ser feliz.

Leia um bom livro. Assista filme em cartaz ou não, Almoce com os amigos. Sinta-se leve em frente a paisagem. Envie mensagem para um amigo distante. Enfim, saia de casa, mas a casa pessoal e divirta-se com a animação da paz, da alegria, dos sonhos. Sim, é o que vale...Ser feliz é mesmo viver cada dia e esse, acredite não faça dele a véspera do desespero como muitos, pelo contrário, sinta-se leve e agradecido por ser a véspera do recomeço.
Bom domingo!
Beijos
Beth Valentim

Nem sempre o mais é sinônimo de adição...

Nem sempre estamos preenchidos. é necessário esvaziar-se para entender o que deve nos ocupar... figura reproduzida
Verdade, quantas vezes já disse por aqui, que vencer nem sempre é ganhar. Perder também é preciso para entender as coisas do íntimo, da vida pessoal, destrinchar a essência e sair percebendo quem realmente somos.

A sociedade cobra que estejamos no pódio a todo momento, nas placas luminosas, nos letreiros...Ah, por favor, o mais pode não ser sinônimo de adição e sim de perda. Mais coisas no armário, mais compras, mais comida, mais amigos, profusão de eventos...Quem diria, você pode chegar a ruína.

Ruína?
Claro!
Como o silêncio poderia adentrar sua vida e mostrar sabedoria se todos os seus "Cômodos" estão ocupados?

E que entenda que nem sempre estamos a frente.
Nem sempre somos os primeiros da fila.
E por aí vai a história da ganância que nos leva ao caos.

Viver a vida é conhecer a si próprio mesmo que doa e não somente encher o peito de medalhas. É mesmo ter o peito vazio,…

A mulher inesquecivel para um homem...

...A mulher que é muito mais que um "corpo"...Sim, ELA sabe conquistar...
figuras reproduzidas
                                           “Você me faz querer ser um homem melhor”
filme : Melhor Impossível

Já disse por aqui que existe diferença entre mulher "gostosa" e a que possui "gostosura"...A que não tem o corpo recortado, a bunda empinada e seios fartos, mas a que quando atravessa os caminhos faz tremer a terra, o vento sopra diferente e o céu se abre para sorrir...Essa mulher, a que não se sabe a razão mas deixa um homem hipnotizado, é a que embala os sonhos masculinos...Édoce o suficiente para não melar e forte até que uma lágrima role em sua face...

Existem mulheres que inspiram os homens, claro que algumas deixam-os com medo, eles se afastam porque não sabem conviver com tamanho poder...As poderosas que mais parecem guerreiras sem alma, mas por aqui falo das que mesmo nas piores dificuldades enfrentam os mares, as enchentes e os suores das batalhas...…

Escolhas...

Você caminha e caminha e faz as curvas, se depara com lindos campos, flores e de repente, algo caiu em sua cabeça como se fosse permitida a entrada em sua vida. Sei lá, às vezes somos surpreendidos por notícias desagradáveis, atitudes sem sentido, palavras malditas ou ditas com o veneno de uma serpente. O que fazer se nada entende. Se tudo acontece como se jogassem fogo em sua "cauda" e esta tornasse sua perseguidora.

Pois é...tem de tudo na vida. Tem os mistérios e que jamais serão compreendidos. Aventuras tolas. Suposições sobre você e como derrubar ou apagar. Ledo engano, talvez seja perseguido por anos ou até por toda vida. Talvez entenda certas coisas e outras, jamais. Mas o que importa é não se culpar, colocar o próprio dedo em riste em acusação. Seja firme. Seja valente. Não imponha conceitos a ninguém, sequer a si mesmo.

Tudo passa. Tudo é amenizado quando não se valoriza. Valorizar é algo do bem, sentir-se feliz e aplaudir o estado. Agora, valorizar o vazio, a pretens…

As diferenças no amor...

Nem sempre são flores... figura reproduzida
Você desperta de um dia para o outro e percebe que deve virar a mesa. É um relacionamento falido e repleto de problemas, frustrações, tratamento que não agrega, enfim,  percebe que não dá para continuar vivendo assim.

Sabe? Melhor seria esgotar possibilidades, mas muitas vezes depende das categorias das possibilidades. Se existir agressão física ou verbal, melhor trilhar outro caminho. Você não merece passar por isso e de migalhas chega.

Mas se for outra situação, melhor sentar e conversar. Falar um com o outro e tentar aparar as arestas, mas se não é possível, o bom é começar a arrumar as malas da alma e construir uma nova vida.

Se relacionar é mesmo complexo. Pessoas diferentes. famílias diferentes, formação, tudo vem de sua própria semente e não é possível  misturar. É possível pegar para si o que é melhor e trocar, somar e subtrair o que não faz bem.

Somos pessoas únicas e temos nosso jeito de amar. Amor de casal, amor de amizade, amor pelos c…

Avaliações sobre o livro "Coisa de mulher" por Beth Valentim....

Um livro que virou o queridinho das mulheres e de muitos homens para conhecerem o universo feminino. Das mais de 34 mil avaliações sobre o livro, aqui estão algumas, somente no Google Play. Se você ainda não leu, curta, divirta-se, viaje, mas leia... Há mais de 4 anos na lista dos mais vendidos iTunes! Algumas das milhares de avaliações sobre a leitura. Muito feliz... iTunes. GooglePlay, Amazon entre outras livrarias. Por Beth Valentim


Beijos
Beth Valentim

Limite ou fé...

...Recomece mesmo assim... figura reproduzida Pois é, já aprendi que o limite é algo eficaz. Que o objetivo é imprescindível para viver. Que as metas são importantes. Mas aprendi também que a fé é o primeiro degrau para atingir meus sonhos.
Nada mal  não é? Parece mais fácil ter fé do que colocar limites, traçar objetivos e por aí vai. Que nada, ter fé é dom, é o praticar constante. É acreditar que tudo vai dar certo...Sim, e não é fácil ser assim.

Com o tempo se aprende que a sabedoria é eficaz. Que o perdão é o sentimento que nos impulsiona. Que a humildade é a limpeza da alma. Que compaixão é mesmo algo divino.
Quanto custa? Financeiramente nada, mas é atitude para valentes.

Valentia ser cordial.
Valentia ser especial com as pessoas.
Valentia perdoar.
Valentia ser melhor a cada dia.

Limite ou fé, muito bem, depende de você fazer as escolhas, mas se colocar uma pitada de fé em cada coisa que fizer, verá que as linhas dos limites serão tênues, mais flexíveis e você irá poder atravessar de um l…

E se a paixão não é das boas, o jeito é prosseguir viagem...

Está bom, não é? Mas fique sempre de olho... figura reproduzida
Quando a paixão acontece do acaso, você imagina que está em uma roda gigante repleta de atrações ao redor. Sim, é uma esplêndida vista, algo mágico e simplesmente iluminado. O coração se reabastece. A alma cantarola. O sorriso não sai do rosto, parece colado, formatado, algo desigual dos outros dias quando ainda era solta ou solto na vida e nada acontecia de novo.

Paixão tem seu lado bom, mas também pode machucar. Mas o que é misteriosamente bom pode trazer dissabores e com eles muito aprendizado. Se você espera encontrar alguém que complete sua vida, esqueça. Pode ser que engrandeça sua alegria, traga companheirismo, sexo bom, tesão pela vida, mas ninguém nos substitui.

Pessoas por aí imaginam que alguém vai mudar sua vida e isso não é real. Real é estar com alguém que nos mereça, que nos faça bem, que nos aprecie como somos e não nos inverta, sequer nos ponha de cabeça para baixo soltando lágrimas por todos os lados.

Ao meno…

Recadinho de boa noite...

...Sempre existe a luz especial indicando um novo caminho... figura reproduzida E de repente você acontece...Eu aconteço, nós acontecemos como em um encontro marcado...
Não guarde mágoas...
Não permita que o egoismo e o orgulho desfaçam seus melhores nós da alma...
Não evite as pessoas só porque elas não são semelhantes a ti...
Não recorde dias difíceis, eles irão lhe tirar a noite e transformar seus sonhos em pesadelos...

E quando você menos esperar, a felicidade acontece, ela acontece em você, em mim, em nós... Sim, acontecemos como em um encontro marcado...
Felicidade é assim, sempre esperando por um sentimento nobre, emoção que facilite a entrega e transforme as nossas vidas em algo super especial...
Beijos
Beth Valentim