Pular para o conteúdo principal

ligados pelo amor...

› Comportamento  - Relacionamento
terça-feira, 8 de março de 2011  participação de beth valentim

Ligados pelo amor
www.sxc.hu/ Divulgação

“Se existe uma conexão profunda e elevada entre o guerreiro e sua amante, a proteção que se dão mutuamente é muito poderosa. Podem estar a quilômetros de distância, longe fisicamente, mas chegam a sentir-se muito perto, inclusive se comunicam através de telepatia, dos sonhos e das sensações que chegam em seus corpos ou ‘pressentimentos’.”

O texto é do poeta, filósofo e instrutor de liderança e coach Suryavan Solar. Assim é que Solar define a relação entre duas pessoas que se amam no livro “O Caminho do Amante (ed. Gran Sol). “Quando duas almas se amam de verdade, forma-se entre elas um cordão energético que se conecta de coração a coração, formando um canal impossível de se interceptar ou obstaculizar”, diz.


Para a escritora e terapeuta Claudya Toledo, uma das maiores especialistas em relacionamento no País, estamos vivendo uma crise na área do do relacionamento das almas gêmeas. “Quando encontramos alguém, o primeiro estágio é a presença física, quando as pessoas se olham e se gostam fisicamente, sentem um interesse sexual, sentem um aporte um pelo outro e podem chegar ao amor na sequência”, diz Cláudya. Esses três níveis até chegar no amor precisam ser desenvolvidos.

Quando você tem essa conexão na parte física, sexual e chega num estado amoroso, é possível começar a estabelecer uma ligação mais profunda com o outro. Ela exige que os dois se abram emocionalmente, que se mostrem um para o outro, construindo uma relação.


Quando um casal tem a consciência de união e os dois se propõem a crescer, Claudya afirma que essa união é possível mesmo se os dois estiverem distantes. Para que essa relação cresça, você não precisa necessariamente estar sempre ao lado da pessoa. “A conexão dos dois mesmo à distância não será afetada se a relação é profunda”, diz.

A psicóloga individual e de casais Beth Valentim, autora de livros como “Essa Tal Felicidade” (ed. Elevação), diz que o amor é um sentimento conquistado com o árduo trabalho do coração. Ele tenta, capricha, escorrega e reexercita todos os dias. De vez em quando, modifica as armas porque no amor toda criatividade é pouca e, mesmo sendo algo calmo, é vaidoso e quer sempre mais.


Mas quando duas pessoas conseguem se amar na plenitude, experimentam algo parecido com o estar no nirvana, onde tudo é belo e o que é feio pode ser transformado, tal a experiência desse casal que construiu pedra sobre pedra até encontrar o caminho da felicidade a dois. Beth lembra ainda que duas pessoas que se amam e têm a conexão forte sabem que a paciência é fundamental.

Entre outros preciosos quesitos, a sabedoria pode despejar no espaço entre os dois o conhecimento um do outro, suas limitações e as impossibilidades individuais. Quando um retrai por algum motivo, o outro sabe como inspirar, tocar e ser afetivo o suficiente para retomar as rédeas da situação.

“Fácil?”, questiona Beth Valentim, “jamais é a resposta. Quando se trata de amor, nada é fácil, até porque a troca nesse caso não é de moedas e sim de afeto e, como qualquer ser humano, quem não é em muitos casos orgulhoso e possui o olhar para suas próprias necessidades?” Amor puro, forte, é amizade sólida. Não se abre mão de algo assim de qualquer maneira. Podem sim existir derrapagens, mas contabilizar perdas nesses casos não é possível.

Entre duas pessoas que nutrem tal sentimento, a contabilidade é de ganhos e as consequências são sempre transformadas em ouro, juros e correção monetária. “Amor é o exercício diário das possibilidades internas um do outro, do casal. Se vale a pena continuar, certamente será puro e forte o suficiente para ser eterno enquanto dure, é claro, mas enquanto durar, vai ser gostoso demais de viver”, diz a psicóloga.

Para a psicóloga clínica e organizacional Kátia Ricardi de Abreu, a união verdadeira entre duas acontece não quando elas são ceifadas de alguma capacidade emocional, mas sim, porque são inteiras e querem compartilhar seus sentimentos. Desta forma, o amor toma outros rumos. O relacionamento deixa de ser uma prisão, não existe controle ou vigilância.


A distância física não provoca rompimento nem abala o sentimento porque o que conta é a proximidade psicológica. “Vamos imaginar um casal que precisou temporariamente morar em cidades diferentes em função de um projeto comum. Ambos se separam fisicamente, porém, não há distância psicológica”, diz. Quando bate a saudade na porta do coração, ambos se apoiam, se buscam, se fazem presentes na imaginação um do outro para se conectarem fortemente por meio do amor.

Kátia Abreu ressalta que o verdadeiro amor não estabelece distância física. Não dá espaço para ciúme e a falsa sensação de ser amado por meio do controle. Um casal que se ama de verdade experimenta a força deste amor quando seus caminhos se bifurcam na estrada da vida, mas não no afeto de um para com o outro.
Pelo contrário, a distância que os separa só contribui para fortalecer ainda mais esta união. Gibran Calil Gibran diz no livro “O Profeta” que uma cidade só pode ser vista na sua amplitude do alto de uma montanha. “Quando nos distanciamos fisicamente das pessoas que amamos, sentimos o quanto elas significam para nós e desejamos estar ao lado delas justamente pela força do afeto, pelo desejo do encontro”, complementa a psicóloga.

Se isso não acontece, a união não se baseia no amor. Pode se basear no conforto da relação, na dependência psicológica, na metade sua que ficou depositada no outro. Pessoas que se amam de verdade brigam de forma diferente. Brigam para que o outro seja feliz, cada vez mais feliz. Facilitam o caminho da felicidade sem cobrar nada em troca.

participação de beth valentim nos detalhes em fundo rosa
http://www.diarioweb.com.br/fmdiario/Noticias/Comportamento/51916,,Ligados+pelo+amor.aspx

Quer ler o jornal na íntegra? Acesse o Diário da Região Digital
































Comentários

Postagens mais visitadas

A mulher inesquecivel para um homem...

...A mulher que é muito mais que um "corpo"...Sim, ELA sabe conquistar...
figuras reproduzidas
                                           “Você me faz querer ser um homem melhor”
filme : Melhor Impossível

Já disse por aqui que existe diferença entre mulher "gostosa" e a que possui "gostosura"...A que não tem o corpo recortado, a bunda empinada e seios fartos, mas a que quando atravessa os caminhos faz tremer a terra, o vento sopra diferente e o céu se abre para sorrir...Essa mulher, a que não se sabe a razão mas deixa um homem hipnotizado, é a que embala os sonhos masculinos...Édoce o suficiente para não melar e forte até que uma lágrima role em sua face...

Existem mulheres que inspiram os homens, claro que algumas deixam-os com medo, eles se afastam porque não sabem conviver com tamanho poder...As poderosas que mais parecem guerreiras sem alma, mas por aqui falo das que mesmo nas piores dificuldades enfrentam os mares, as enchentes e os suores das batalhas...…

Recadinho do dia...

"A coisa mais importante que você irá aprender é amar e ser amado em troca".

Guarde isso querida ELA e querido ELE e aprenda, essa força e decisão vem do auto amor. Da consistência do amor que tem e nutre por si mesma, si mesmo...

E fica aqui a dica para ser feliz...
Beijos
Beth Valentim

o que uma cena de amor faz com a gente...

...Difícil é esquecer algo assim...Aiai... figura reproduzida Como definir o amor. Talvez nunca possamos entender o que realmente o amor faz com a gente, como nos transforma, nos deixa mexidos, mas quando uma cena de amor é bem feita, de filme ou de novela ou de teatro, não importa, ela toca profundamente a alma.

Aquele homem perdidamente apaixonado pelo corpo de uma mulher. O degustar dos desejos. Os olhares que como sintonia perfeita se encaixam, se perguntam se respondem. Fico a imaginar coisas malucas quando assisto algo assim e confesso, mexe demais comigo, até a raiz do cabelo, o fio de ouro das teias do coração ou as pontas do espirito acenam.

Uma cena de amor desperta a saudade que parecia estar adormecida. Faz transbordar falas, silêncios, coisas entre duas pessoas que somente eles conhecem. As mãos que entrelaçam quando no ápice da paixão elas precisam parecer segurar o que sentem. Os sussurros que como alívios entoam ou encantam os momentos em que suores, fluidos, marchas de pa…

Paixão interminável...

Tem jeito não, é você....e ponto... figura reproduzida Como prever que algo sutil dure tanto tempo. A vida vai e vem e esse sentimento continua a latejar no peito. Você até jura que é só sexo, mas algo assim de tantos anos seria somente sexo? Carne? Tesão? Sei lá, mas existe algo misterioso entre o relacionamento entre duas pessoas. Tem sexo sim, tem carne sim, tem tesão sim, mas pode ter amor. Um amor que não se consolida por algum motivo ou porque não é maduro o suficiente para fazer sua escolha.

Mas mesmo assim ele permanece. O coração bate quando as vozes se escutam. O corpo treme, porque sabe que vem algo inimaginável de gostoso para acontecer...E como desperdiçar algo assim, se é uma delícia viver momentos felizes.

Pois é, às vezes somos obrigados a fazer opções e que nem sempre são as melhores. Pode doer se ficar e pode doer mais ainda se disser adeus. Não tem muito como interpretar o coração quando ele cisma que viver um jeito assim é próprio para ele. Talvez impróprio para alguns…

Não se pode ter tudo, às vezes até o mínimo é complicado...

Lute, mas proteja-se, sempre... figura reproduzida Os sonhos nos representam. Sejam eles acordados ou dormindo demonstram muito sobre nós. E se vivemos sonhando, que sejam sonhos bons e jamais pesadelos, coisas que nos afligem, nos fazem despertar e com o coração aos pulos.

De vez em quando isso acontece comigo. Se for algo que machucou, então meu sonho chega com força e às vezes doí muito. Aprendi que não podemos ter tudo, sequer o carinho que desejamos pelos entes queridos. Muitas vezes nos amam, mas em outras...Pois é, se você quiser entender como isso funciona, perde seu tempo. Entenda como você reage a esses episódios, como sofre, como se alegra ou mesmo como esconde. 

Não se pode tentar a vida toda entender o próximo, fazer com que mude e etcetcetc. Jogue essa força para si mesmo, mesma. Tente se olhar de frente e veja se está realmente preparado ou preparada para enfrentar certas situações. Se não estiver, recue. Fica no front quem estiver treinado. Fica protegido nas trincheiras q…

Um dia de cada vez....Será?...

Fica de olho em cada passo, gingada ou tropeço da vida... figura reproduzida Saber esperar.
Saber dar um tempo.
Entender que as coisas não são como imaginamos ser.
Tentar dar a volta. Recomeçar.
Sentir arrepio na espinha e depois acalmar.

Viver de brisa quando for possível. Trabalhar muito e realizar sonhos.
Sentir amor. Viver amor. Trocar amor.

E na vida temos que experimentar muitas coisas, a dor, a alegria, superação, esquisitices próprias e alheias...Sei lá, é mesmo complexo, mas sempre se dá um jeito de ser feliz.

Viva o inevitável como aprendizado. Sinta-se a vontade com as maluquices alheias, elas são apenas escapes de quem não sabe como conduzir a vida e você tem o colo de esperança e paciência para deixar de lado esse vai e vem de atitudes simplesmente rasas.

Um dia de cada vez, reza a lenda, mas você pode dar um salto enorme se começar a deixar para trás o que não te fez bem. Cumpra a tarefa de viver triunfante, sorrir, desfrutar da natureza e só guardar o bem querer. O restante, ah o …

Desejo sexual...

Esse é um texto que escrevi para o "Bolsa de mulher" como colunista.
Repaginadíssimo! Relembrando...

Desejo sexual...Por que uns têm mais e outros menos? Por que algumas mulheres ficam tão encantadoramente “possuídas” de um sentimento forte de prazer no momento do sexo? Existe um segredo para se chegar “lá”? No tão esperado estado de desejo que pode deixar uma mulher entregue ao seu parceiro, a ponto de chegar ao orgasmo profundo que a faz sentir-se totalmente tomada, por uma sensação indescritível de prazer? 
Pois bem...O desejo sexual é complexo. É formado pela união dos fatores biológicos, psicológicos e sociais.Os três interagindo de maneira harmônica podem levar a mulher a sentir-se segura, mais disponível para o sexo e para o prazer em qualquer prática sexual. 
Os fatores biopsicosociais interferem diretamente nas sensações da mulher. Se ela se sente reprimida, com certeza algum fato em sua história passada a faz “boicotar” suas emoções no momento da relação sexual. O mesmo…

encanto...

...existe algo encantado em seu beijo, quando ri para mim, me dá sustos, dança feito striper...sei lá quantos feitiçosvocê tem... figuras reproduzidas Sinto algo que em mim pulsa quando vejo você. Sua voz, então, me leva ao delírio...na verdade, sinto falta do seu desejo no meu desejo. Da sua boca na minha, das mãos que pegam a carne do meu espírito e o faz renascer. Hoje quando me telefonou eu fiquei doida. A sua saudade que bate com a minha. As risadas bobas de nós dois. E contando como vai mexer em um motor para poder fazer funcionar algo velho, deixado de lado e reinventá-lo. Assim é comigo, meu bem, quando me diz tantas coisas que nem sabia que existiam. Levanto, redescubro novas facetas de mim... Encanto...o sabor do “tudo” de você em meu corpo...Das possibilidades que retornam e jamais se despedem. Nossas vidas entrelaçadas para sempre. Algo de muito profundo acontece, quem pode com o amor... Eu me encanto contando os dias para te ver...para beijar o beijo melhor do mundo...s…

A semana de poucas palavras ...

Aquele tal silêncio dos sábios... figura reproduzida Sabe aquele dia de poucas palavras? Pois é, às vezes tem que existir também a semana de poucas palavras. Aquele som que deve ser guardado a sete chaves, porque pode fazer explodir muitas batalhas.

Somos repletos de defeitos e, portanto, que cada um olhe para o "seu rabo". Na verdade aquela extensão que sai por aí tocando nas pessoas e causando desconforto ou mesmo arranhões. E sobre estar calado, saiba que só alivia tensão e faz assentar a poeira.

Tem gente que adora cutucar os outros com tons pejorativos ou ferir com atitudes grotescas ou mesmo com aquele ar de bonzinho e no fundo é um causador de intranquilidade. Você já foi assim? É de vez em quando? Então cuidado, porque o que vai volta e no fundo quem assim age é simplesmente uma pessoa infeliz. Aceita a vida como ela é, somente porque não é capaz de fazer alguma coisa para mudar. Sente-se nada confortável, porém mesmo assim, dá suas gargalhadas de disfarce.

Sim, o dia de …

mulher multifacetada...

...mulher tem que se preocupar com tantas coisas... ...tem que ser quase uma heroina.... ....fazer o quê? em vez de se lamentar é bom aprender com os desafios... É complicado, mas mulher tem que ser assim, multifacetada. Mulher bonita o suficiente para brilhar quando aparece. Inteligente mais do que o normal para superar um homem na seleção para uma empresa. Viver desconfiada com os anos que chegam e o espelho demonstra que as formas estão mudando. Seios fartos ou pequenos ela luta por um lugar ao sol. O sobe e desce da vida e as oscilações de humor descendentes dos multiplos fatores hormonais não a fazem ser pequena. E continuam os desafios para a mulher. Mesmo tento conquistado tantos patamares, sofre com os obstáculos a ultrapassar e os medos que podem fazer voltar atrás. Através de uma longa viagem no tempo, essa heroina foi subindo degraus e ao mesmo tempo criando calos nos dedos e feridas nos pés. Isto porque não é nada fácil ser mulhermultifacetada. A que ocupa a hierarquia privilegia…